Estimulando a mobilidade urbana sustentável em São Paulo

Uma das novidades propostas pela Prefeitura para o novo zoneamento é a exigência de um número mínimo de vagas para bicicletas e vestiário em novos empreendimentos.

O problema da mobilidade urbana não será resolvido apenas com investimentos públicos em infraestrutura e na melhoria do transporte público coletivo. Os edifícios também podem desestimular o uso do automóvel, de forma a fomentar modos não motorizados e desestimular o uso do carro no dia a dia. As regras de uso e ocupação precisam pensar mais no pedestre e menos no carro.

Possibilitar esse aumento da qualidade de vida das pessoas por meio da melhoria da infraestrutura urbana e da transformação dos espaços em ambientes seguros e agradáveis para a circulação de pedestres e ciclistas é um dos objetivos desta gestão, que vem sendo implantado através de uma série de políticas públicas.

Partindo do entendimento de que o zoneamento também pode contribuir com a mobilidade urbana sustentável, uma das novidades propostas é a exigência de vestiário e de um número mínimo de vagas para bicicleta em novos empreendimentos. Dessa forma, os edifícios estarão incentivando o uso de meios não motorizados e facilitando a utilização de bicicletas por usuários do local.

Mobilidade Urbana - Blog do Parlare

O estímulo ao uso da bicicleta e à mobilidade urbana sustentável vêm sido praticados por essa gestão, com a instalação de mais de 170 km de ciclovias, que são pistas de uso exclusivo para circulação de bicicletas, segregada fisicamente do restante da via, dotada de sinalização vertical e horizontal. Existem também cerca de 3,3 km de Ciclofaixas – faixa de uso exclusivo para circulação de bicicletas sem segregação física em relação ao restante da via e caracterizada por sinalização vertical e horizontal – com funcionamento 24 horas, na região de Moema. Com as Calçadas Compartilhadas já implantadas no Centro, o objetivo é promover o acesso por bicicletas aos pontos de interesse turístico e cultural situados na região, além de organizar os fluxos ciclísticos no calçadão, representados, sobretudo, pelas bicicletas de carga.

Publicado originalmente em Gestão Urbana SP


Visite e CURTA a FAN PAGE do Blog do Parlare no Facebook!!!

CURTA a FAN PAGE do Blog do Parlare no Facebook!!!


Visite também:

Parlare Imoveis - Banner

Anúncios

Fale com Edmar Junior:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s